Aumento na tarifa de energia elétrica preocupa vereadores em Osasco

por adm publicado 09/06/2021 15h55, última modificação 09/06/2021 15h58
Parlamentares pedem que Enel se aproxime mais da Câmara para esclarecer suas ações
Aumento na tarifa de energia elétrica preocupa vereadores em Osasco

O vereador Batista Comunidade. Foto: Ricardo Migliorini/CMO.

Por Ana Luísa Rodrigues*

Os vereadores osasquenses aprovaram por unanimidade, na Sessão Ordinária da última terça-feira (8), a Moção de Repúdio nº 191/2021, de autoria de Batista Comunidade (Avante), que questiona o aumento exorbitante da tarifa de energia elétrica em meio à pandemia de Covid-19.

Os parlamentares cobraram um posicionamento da Enel Distribuição São Paulo - concessionária de distribuição de energia elétrica com atuação nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Goiás. Eles solicitaram que a empresa se aproxime da Câmara de Osasco para fornecer explicações sobre as tarifas e serviços prestados no município.

“Os contribuintes têm reclamado do elevado aumento nos valores das contas de luz. A gente precisa traçar um diálogo com a Enel, porque a população precisa de explicações”, indignou-se Batista Comunidade.

Para o vereador, a Enel precisa se posicionar a respeito da crise econômica gerada pela pandemia, que criou dificuldades para os clientes da empresa.

Concordando com Batista, o vereador Julião (PSB) reforçou a importância de a Enel comparecer à Câmara Municipal para prestar esclarecimentos sobre as diversas reclamações que são ouvidas nas ruas. “É importante que a Enel venha aqui, porque ouvimos as reclamações nas ruas todas as vezes que conversamos com a população e temos outros tipos de reclamações que envolvem também a iluminação pública”, disse Julião.

O vereador Josias da Juco (PSD) sugeriu que a Câmara promova encontros com a Enel nos moldes das reuniões promovidas com a Sabesp antes da pandemia. “Nós tínhamos conversas constantes com a Sabesp há muito tempo, pelo menos uma vez por mês. Podemos fazer isso com a Enel também para que possamos esclarecer as muitas dúvidas que a população nos passa”, comentou.

Aumento nas tarifas foi anunciado em abril

No final de abril, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou o aumento da tarifa de energia elétrica, justificando que os reservatórios estão muito baixos e as termelétricas, que produzem energia mais cara, seriam acionadas. A adoção da bandeira vermelha, a partir de maio, chegou para o consumidor nas cobranças de maio e junho, e os vereadores osasquenses escutam nas ruas a insatisfação dos munícipes, assustados com os altos valores cobrados.

*Com edição de Deniele Simões 

Multimídia - 13ª Sessão Ordinária (08/06/2021)
Galeria de Fotos
Vídeo na Íntegra