Cidade cearense de Cedro e seus migrantes em Osasco recebem homenagens

por adm publicado 19/09/2021 11h10, última modificação 22/09/2021 09h56
Ato aconteceu em Sessão Solene da Câmara de Osasco.
Cidade cearense de Cedro e seus migrantes em Osasco recebem homenagens

Foto: Ricardo Migliorini/CMO.

Por Charles Nisz

A cidade cearense de Cedro e seus migrantes em Osasco foram homenageados com Placa Comemorativa em Sessão Solene acontecida na noite desta quinta-feira (16), no Plenário Tiradentes da Câmara Municipal de Osasco. Presidida por Josias da Juco (PSD) — presidente interino da Câmara —, a cerimônia contou com a presença do prefeito Rogério Lins (Podemos).

O município cearense é terra natal da vereadora Lúcia da Saúde (Podemos), proponente da homenagem, proposta no Decreto Legislativo 4/2020. Foram homenageados João Batista Diniz, atual prefeito de Cedro, e Francisco Diniz, ex-mandatário da cidade.

Iniciada ainda nos anos 1940, a emigração dos moradores de Cedro — cidade de 25 mil habitantes — a Osasco forma um de seus maiores contingentes populacionais. São cerca de 20 mil moradores de Osasco que vieram do município cearense.

Rogério Lins comentou sobre a importância do trabalho da vereadora Lúcia. "Ela é uma cedrense que nos dá muito orgulho. Osasco deve muito ao povo nordestino. A palavra que resume nosso sentimento ao cedrense é gratidão”, afirmou o prefeito.

Depois de 18 meses, o Plenário recebeu pela primeira vez uma cerimônia presencial, fato sublinhado por Rogério Lins. "Uma cerimônia com público após muito tempo, por conta da pandemia. O pior está passando”, comemorou ele.

Lúcia falou sobre suas origens e contou que a trajetória da família começou com o avô, ainda em Cedro, e continuou com a chegada dos pais e tios dela em Osasco. Quando a família chegou em São Paulo, Lúcia e dois irmãos já eram nascidos - outros quatro nasceram em Osasco.

Cláudia Diniz, primeira-dama de Cedro, agradeceu a homenagem feita pela Câmara de Osasco. Já a vice-prefeita de Cedro, Ana Freitas, exaltou as semelhanças entre o povo cedrense e os osasquenses: “São duas cidades com um povo de muita garra, muito trabalho e empreendedorismo e a Lúcia personifica essa semelhança entre eles”.

Gilberto Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Cedro, salientou a importância histórica da honraria concedida por Lúcia da Saúde aos conterrâneos e as características comuns entre as duas cidades. "Muitos cedrenses ajudaram a construir Osasco, desde a fundação da cidade paulista. Este é um momento de grande interação entre as duas cidades".

Ex-prefeito de Cedro, Francisco Diniz, comentou como os cedrenses estão espalhados em várias cidades da região oeste de São Paulo. "Tudo isso começou com o Encontro dos Cedrenses, realizado alguns anos atrás em Carapicuíba. E assim como Osasco, Cedro surgiu do desmembramento de uma cidade maior e perto de uma linha férrea".

Diniz também comentou das dificuldades enfrentadas pelas cidades envolvidas nessa homenagem. “Nós ainda vivemos num país muito desigual. Enquanto gestores públicos, é nossa missão pensar em soluções e trabalhar de forma a suprimir essa desigualdade”, acrescentou o ex-prefeito de Cedro.

João Batista Diniz, atual prefeito de Cedro, falou no encerramento da cerimônia e ressaltou a importância de Lúcia da Saúde para a comunidade cedrense na região oeste da Grande São Paulo. “Lúcia é uma mulher de luta e conquistas. Ao longo do tempo, ela assumiu a responsabilidade de estar junto de seus conterrâneos em toda a região”.

Multimídia - Sessão Solene (16/09/2021)
Galeria de Fotos
Vídeo na Íntegra